Sua escola no futuro

Sendo parceira do Loopye, a sua escola irá:

Oferecer um curso de Programação inovador e didático: seus alunos dominando a tecnologia.
Receber divulgação personalizada e visibilidade nos canais do Loopye e para seus alunos e pais.
Dar aos pais a segurança de uma educação sólida em tecnologia.
Ser uma das pioneiras no Brasil de um movimento mundial em Educação.
Ter um forte diferencial para manter e atrair alunos e famílias.
Receber mensalmente por cada aluno matriculado! (para escolas particulares)

Programação nas escolas pelo mundo

“Dar acesso à Ciência da Computação é um passo crítico para garantir que nossa nação continue competitiva na economia global e fortalece nossa cybersegurança.”

- Barack Obama, que comprometeu investimento de quatro bilhões de dólares para colocar programação no ensino básico americano em 2016. (Venture Beat)

“O Conselho Federal de Educação declarou de importância estratégica o ensino e aprendizagem de Programação em todas as escolas durante a escolaridade obrigatória. Além disso, será criada uma rede de escolas que programam em todo o país.”

- Nota do governo Argentino, em 2015, dada no site do projeto Program.ar. (program.ar)

“Pela primeira vez, as crianças aprenderão a programar computadores. Isso levantará os padrões e permitirá que nossas crianças compitam na corrida global.” (tradução livre)

- Governo Britânico, que colocou programação como disciplina obrigatória no ensino básico em 2014. (gov.uk)

Como funciona a parceria Loopye

  1. Preparação do docente: a Loopye pode treinar um docente da própria escola para a aplicação ou fornecer um professor de nossa equipe, sem custo para a escola nos dois casos.
  2. Divulgação: a Loopye preparará para a escola um material de divulgação impresso e virtual do curso, voltado para os pais. A escola fará então a divulgação interna. Novamente, não há custo.
  3. Aulas: ocorrerão em um laboratório de informática comum da própria escola. O(a) professor(a) pode auxiliar os alunos com os desafios, mas não precisa ministrar conteúdo.
  4. Visibilidade: com o andamento das aulas, nós da Loopye divulgaremos o curso em andamento em sua escola nos nossos canais, dando visibilidade e atenção à instituição.
  5. Mensalidade: uma parte da mensalidade paga pelos alunos é repassada à escola, todos os meses. O docente também recebe uma bonificação pelas aulas.

Aula de programação usando Loopye na EE Dr. Lucas Monteiro Machado, em Belo Horizonte.

Perguntas frequentes

  • Qual a diferença entre uma aula de informática e uma de programação?
    Ver resposta... Na informática, os alunos aprendem a usar a tecnologia. Porém, no mundo de hoje, nossos jovens já têm uma facilidade enorme com ela, sem precisar de instrução na maioria das vezes. Já a aula de programação mostra o outro lado: como os programas são criados? Como funcionam os computadores? Quais problemas podem ser resolvidos facilmente por computadores, e quais (ao menos ainda) são mais fáceis para seres humanos?
  • O que o aluno ganha com a programação?
    Ver resposta... Inúmeras capacidades são trabalhadas. Programar exige o uso da lógica e trabalha o raciocínio matemático (mas nada de fazer contas e decorar fórmulas!). Além disso, a capacidade de resolver problemas é desenvolvida durante o curso com os desafios propostos, juntamente com a comunicação e o trabalho em equipe. Por fim, o mercado de profissionais da tecnologia está em constante crescimento, com centenas de milhares de vagas abertas em todo o Brasil. Nosso curso é uma iniciação nessa área.
  • Para que a programação é usada?
    Ver resposta... Cada vez mais, programação é usada para construir nosso mundo. Aplicativos de celulares, tablets, robôs espaciais, jogos digitais, carros autônomos, e até geladeiras e relógios inteligentes, dentre tantas outras coisas que nos cercam, funcionam com base em programas. Apesar de que claro, o projeto desses produtos todos ser bastante complicado, os princípios são os mesmos vistos em nosso curso.
  • Que infraestrutura a escola precisa ter para o curso?
    Ver resposta... Apenas um laboratório de informática com acesso à Internet é necessário. Não é preciso ter computadores super-modernos ou comprar material adicional.
  • Programar é algo restrito a profissionais da tecnologia?
    Ver resposta... Mais do que nunca, a resposta é não! Cientistas políticos usam dados de redes sociais para fortalecer argumentos, analisando-os com programação. Há artistas que geram imagens através de padrões programados. Engenheiros dos mais diversos realizam cálculos especializados e controlam dispositivos com programas criados por eles. Médicos e biólogos trabalham lado a lado com bioinformatas, analisando sequências de DNA com seus próprios programas, e para tal também precisam entender como estes funcionam. Pesquisadores de todas as áreas programam as análises de dados quantitativos de seus experimentos. Enfim, a programação é uma ferramenta valiosa para quem a tiver em mãos.
  • Para qual faixa etária o curso é voltado?
    Ver resposta... Nosso primeiro curso é recomendado para jovens a partir dos 12 anos. Como a forma de pensar exercitada pela programação não é vista normalmente na escola, o curso não se torna obsoleto em séries mais avançadas. Já tivemos adultos fazendo (e se divertindo com) as aulas!

Vamos conversar!

Que tal se juntar a este movimento mundial e ser uma escola pioneira no ensino de Programação no Brasil?